Primeiro trailer de Venom: Tempo de Carnificina é lançado, trazendo os primeiros vislumbres da trama e do vilão titulo desta sequência.

Nessa altura do campeonato, a maior parte de nós geeks sabemos como se deu a trajetória dos filmes de super-heróis no cinema e na televisão. Inclusive, não só dos heróis, mas essencialmente das HQs que, em 20 anos, se tornaram os materiais mais promissores para se adaptar na atualidade.

Após anos de ascensão no gênero, muitos fãs ao redor do mundo começaram a sentir a inevitável saturação da fórmula. Apesar de gostarmos muito do que o MCU nos trouxe, o seu sucesso também carregou uma onda gigantesca de produções do tipo, que em muitos casos, acabaram sendo mais dos mesmos.

Então, passamos a prestar atenção nos vilões destes super-heróis, e vimos que ainda há muito chão para se explorar nos quadrinhos. Na DC, Coringa (2019) veio como uma história focada no palhação mais famoso no mundo do crime. Já na Marvel, um ano antes, tivemos a origem de Venom.

Sendo um dos mais famosos antagonistas do Homem-Aranha, Venom veio com uma aventura solo que dividiu o público, mas não deixou de ser um dos maiores sucessos do ano. Com isso, não podíamos esperar nada menos do que uma sequência que acabou de ganhar o seu primeiro trailer

Venom e o seu primeiro filme

Venom e o seu primeiro filme

Com a sua primeira aparição em forma de live-action em 2007, através do terceiro filme da trilogia de Homem-Aranha de Sam Raimi, o organismo parasita e alienígena chamado Venom, chamou a atenção dos produtores dentro da Sony Pictures.

Após anos com a vontade de trazer um longa-metragem focado no personagem, a Sony foi convencida de um projeto para o personagem após o primeiro filme do cabeça de teia chegar ao MCU, com o título de Homem-Aranha: De Volta ao Lar, em 2017.

Neste mesmo ano, o filme iniciou a sua produção. Então, em 4 de outubro, tivemos a estreia do projeto, que trouxe Ruben Fleischer (Zumbilândia 1 e 2) na direção e um elenco composto de talentosos nomes, incluindo o de Tom Hardy, interpretando Eddie Brock e Venom, os protagonistas.

O filme dividiu por completo o seu público. Tiveram aqueles que odiaram a obra. Aqueles que amaram, e também, aqueles que reconheceram as suas falhas, mas se divertiram de qualquer forma. Ao final, Venom foi um sucesso de bilheteria, arrecadando mais de US$ 850 milhões mundialmente.

Sinopse e o gancho para uma sequência

Sinopse e o gancho para uma sequência

No primeiro longa, acompanhamos Eddie Brock, um jornalista investigativo que perde o seu emprego e o de sua namorada após confrontar Carlton Drake, diretor executivo da Fundação Vida que, supostamente, estaria realizando experimentos entre humanos e formas de vida alienígena.

Tempos depois, com as suas suspeitas confirmadas, Eddie decide invadir as instalações da organização. No processo, ele acaba servindo como uma válvula de escape para um dos alienígenas que, por meio de simbiose, adentra o corpo do jornalista.

Com pessoas perigosas atrás dele, Eddie se vê obrigado a cooperar com a criatura residente em seu corpo – que revela se chamar Venom – para deter os planos destrutivos da Fundação Vida e dos invasores extraterrestres. Nesse processo, ele descobre que a sua união com Venom o proporciona poderes.

Sem darmos muitos spoilers, ao final, os dois decidem viver em harmonia, dividindo o mesmo corpo, mas em segredo. Com isso, temos uma cena pós-créditos onde vemos o personagem entrevistando um perigoso detento chamado Cletus, que traz a empolgante frase de efeito:

Quando eu sair daqui, e eu vou sair daqui. Vai ser uma ‘carnificina’.

Quem é o Carnificina?

Quem é o Carnificina?

Quem é fã do nosso amigo da vizinhança, sabe pelo menos o básico sobre Carnificina, um dos melhores e mais populares vilões de suas histórias. Sendo apresentado pela primeira vez em 1992, em The Amazing Spider-Man #361. Porém, a sua origem não vem exatamente deste ponto.

Lembram de Cletus, o detento que Eddie entrevista no final do filme? Bom, este personagem surgiu em 1991, na edição #344 dos quadrinhos do Homem-Aranha. Este veio com um passado muito complicado, trazendo o assassinato de sua mãe por seu pai e muitos outros casos.

Em sua maioridade, Cletus Kassidy de tornou um serial killer. Porém, em um dado momento, acabou sendo preso. Na prisão, ele foi colega de cela de Eddie Brock, que estava sem o simbionte. Só que, essa separação não durou tanto, já que Venom retornou para salvar Eddie, após Cletus tentar matá-lo.

Com a sua chegada, Venom causou uma rebelião no presídio. Além disso, trouxe junto de si outro simbionte, uma cria sua que veio “à luz” neste inoportuno momento. E que, entrou no sistema sanguíneo de Cletus por meio de um corte em sua mão. Dessa maneira, surgiu o sanguinolento Carnificina.

Diferente de seu predecessor, Carnificina não coexistia em um mesmo corpo com o seu hospedeiro. Muito pelo contrário, ele e Cletus se tornaram uma única entidade, a qual trazia as piores características e anseios de cada um. Por fim, o personagem ainda era capaz de mais habilidades do que Venom, como transformar os seus braços em armas brancas.

Outras curiosidades sobre o Carnificina

Quem é o Carnificina?

Assim como Venom e outros simbiontes, Carnificina possui três grandes fraquezas: fogo, eletricidade e, principalmente, sons altos. Além disso, o parasita não teve apenas um hospedeiro, também tendo parasitado o filho de J. J. Jameson, Norman Osbourn, o Aranha Escarlate e, inclusive, o Surfista Prateado.

Por fim, é válido citar a maior participação de Carnificina nos quadrinhos do Homem-Aranha, tendo tido a sua própria saga e foco, no conflito intitulado como Carnificina Total, de 1993. Nesta história, o aracnídeo teve de juntar forças com Venom, para derrotar o novo vilão e os seus demais lacaios.

Venom: Tempo de Carnificina

Venom: Tempo de Carnificina

Horas atrás, a Sony Pictures revelou o primeiro trailer oficial da tão aguardada sequência de Venom. Esse segundo filme, era planejado para ser lançado ainda no ano passado, mais especificamente no mês de outubro. Porém, por conta da pandemia, Venom 2 acabou tendo dois adiamentos.

Já o título oficial do longa, veio a ser revelado mais cedo naquele ano. No dia 21 de abril, um teaser foi lançado trazendo o logo de Venom: Let There Be Carnage, que pode ser traduzido para “Que Haja Carnificina“. Porém, o subtítulo nacional veio no dia 29, onde tivemos a oficialização de Tempo de Carnificina.

Com a nova data de estreia marcada para 16 de setembro no Brasil e para o dia 24 do mesmo mês em outros países, como os EUA, o filme irá contar com a direção de Andy Serkis, famoso por seus trabalhos com captura de movimento em Hollywood, como na trilogia de O Senhor dos Anéis e Planeta dos Macacos.

Além disso, teremos o retorno de Tom Hardy como Eddie Brock / Venom e Michelle Williams como Anne Weiyng. Já como adesão à equipe, teremos Woddy Harrelson na pele de Cletus / Carnificina e Naomi Harris como Francis Barriston / Shriek.

Análise de Andy Serkis

Análise de Andy Serkis

E para finalizarmos com chave de ouro, vamos deixar abaixo algumas das frases mais reveladoras e importantes ditas pelo diretor de Venom: Tempo de Carnificina, Andy Serkis, em seu vídeo de análise ao trailer junto do IGN. Confiram.

Andy Serkis | Possíveis ligações com o Homem-Aranha

“Obviamente, existem ligações entre Venom e Home-Aranha e o Universo Marvel e a história do Homem-Aranha.”

“Estamos tratando isso como se fosse seu próprio mundo. A história do Venon é seu próprio mundo. Há acenos e pequenos momentos, como a cena do jornal do Clarim Diário, é claro, mas no geral, ninguém sabe.”

Veja também:

+ Marvel Studios | Guia definitivo de lançamentos da Fase 4 do MCU

Andy Serkis | Dinâmica entre Eddie e Venom

“Eles estão juntos há… um ano e meio, desde a última história. Eles estão descobrindo como lidar um com o outro. É como viver com uma criança maníaca. Eddie está realmente lutando. ele não consegue se concentrar, tenta continuar com o trabalho. e ele, claro, só pensa em si mesmo.”

“Então, ter este outro ser um pequeno espaço, como nesse pequeno flat, é como olhar para uma versão estranha e ferrada de você mesmo no espelho.”

“E Venom, claro, se sente peso, porque ele não pode deixar o corpo de Eddie a não ser que tenha sua permissão. quando eles saem, o acordo é: você vive em meu corpo, está sob minhas regras. Se as pessoas descobrissem sobre eles, ambos serão levados e examinados na Área 51.”

Veja também:

+ What If…?: Descubra tudo que sabemos sobre a futura série animada da Marvel

Andy Serkis | A introdução do Carnificina

“foi incrível ter a oportunidade de trazer esse personagem, que nunca tinha sido visto nas telonas e brincar com essa fisicalidade, como ele se move, como usa os tentáculos.”

“Todas as simbiontes são um reflexo de seu hospedeiro. O lado sombrio de Carnificina, o lado divertido, a inteligência, o estranhamento. Cletus é bem inteligente e um verdadeiro senso de humor. Quisemos refletir isso no simbionte que está conectado com ele.”

Veja também:

+ Spider-Man: No Way Home | Novo acordo entre Disney e Sony, e revelações sobre o tão aguardo “multiverso

Share.

Olá leitor! Me chamo Guilherme e tenho que admitir que sou fanático pelo universo Geek e cultura pop. Me considero eclético nos meus gostos e busco demonstrar a minha paixão por meio da escrita.

Leave A Reply